junho 16, 2013

Manifestantes prometem ocupar as ruas de Botucatu a favor do passe livre e redução no preço da gasolina

Um grupo de manifestantes de Botucatu ganhará as ruas da cidade, no "2º Ato Nacional em Defesa do Transporte Público", que acontece no dia 20 de junho, às 18 horas, com concentração na praça Comendador Emílio Peduti (Bosque).


Inicialmente o trajeto prevê como ponto intermediário a praça Coronel Moura, o Paratodos, e em seguida a Prefeitura Municipal, na praça Pedro Torres.

Os organizadores do evento pedem que os manifestantes tragam seus cartazes, com dizeres referentes às tarifas de ônibus e a corrupção no país.

"A luta pela redução da passagem do transporte público é muito maior do que o preço de uma passagem em si. Queremos mais do que uma tarifa acessível ao povo, visamos desmascarar a máfia que existe por trás da privatização deste serviço público".

Há muita sujeira por baixo dos tapetes, vamos tirar de vez os tapetes ao invés de ficar sempre tendo que limpar", diz a página oficial da manifestação, no Facebook - ttps://www.facebook.com/events/184612745036603/185485108282700/?notif_t=plan_mall_activity
Na página, além de solicitar a presença da população e compartilhar temas referentes aos atuais protestos em parte das cidades do Estado de São Paulo o grupo também disponibiliza links para o abaixo assinado para o passe livre na cidade (https://www.facebook.com/groups/574586055905147/601573043206448/ , http://www.4shared.com/file/me7judef/abaixo_passe_livre.html , http://bitshare.com/files/h2kpwl7z/abaixo-passe-livre.docx.html) e a favor da redução no preço da gasolina imprimam consigam mais assinaturas http://bitshare.com/files/vx0pfqq9/abaixo-gasolina.docx.htmlhttp://www.4shared.com/file/llqoeglr/abaixo_gasolina.html

A reportagem do blog O Grito Notícias entrevistou um dos principais organizadores do movimento, o jovem  escritor Deivid Luciano Martins Moreira, 24 anos, conhecido como Deivide Lmm.

Segue abaixo a  íntegra da entrevista 


O Grito - Porque dia 20 e não 17, como acontecerá em outras regiões do Brasil?
Deivide Lmm - Precisávamos de tempo para que tivéssemos uma quantidade alta de assinaturas basicamente o movimento esta acontecendo em vários dias alternados por todo o Brasil, mas o de Botucatu também faz parte da unificação nacional sobre o transporte publico.


O Grito - Quais as reinvindicações da manifestação?
Deivide Lmm - Temos dois focos a implantação do Passe livre já comprovado e concluído em varias cidades e a Diminuição dos preços abusivos dos combustíveis. Por isso com as assinaturas pediremos que sejam feitas investigações mais serias e definitivas sobre os cartéis na cidade.

O Grito - O que o grupo recomenda para os participantes levarem?
Deivide Lmm -Levem seus documentos de identidade, não portem nada ilegal, andem em grupos, levem cartazes, câmeras, filmadoras, água e se vistam com roupas e calçados confortáveis.

O Grito - Acreditam que haverá represssão policial?
Deivide Lmm -  Essa semana estaremos levando o Oficio para o DET para que este autorize, lembrando que é uma formalidade já que a constituição nos permitir fazer passeatas e protestos sendo um direito garantido, somos pacíficos e esperamos total apoio da policial

O Grito - Qual o posicionamento político do grupo? Está atrelado a algum político, partido ou ideologia?
Deivide Lmm - Não estamos filiados a nenhum político e nem partido, mas temos a ideologia de que quem faz o país somos nós buscamos mudanças e melhorias, um de nossos lema é “Não Somos a Base, Nós Somos o Topo”

O Grito - O motivo real é mesmo o ônibus, ou acredita que a manifestação espelha um descontentamento geral? 
Deivid Lmm - Pelo que tenho visto é geral demos um ponta pé muito importante para que o Brasil possa finalmente combater de verdade a corrupção e melhorar a vida de seu povo de forma significativa e o transporte publico é apenas começo.

O Grito - Tem alguma maneira das pessoas participarem sem ir à manifestação? 
Deivide Lmm - Seria muito importante que todos fossem afinal estamos lutando por seus direitos, mas podem nos ajudar divulgando os links dos Abaixo assinados além de participar de nosso grupo e nossa pagina “Revolucionários da Cuesta” e nos apoiando.

O Grito - Como vê o movimento que está se configurando em todo o país?
Deivide Lmm -  Vejo que em si é necessário um tempo de estagnação mas temos hoje uma nova geração mais informada e mais participativa a televisão ficou obsoleta e temos liberdade para falar e pensar e consequentemente buscar direitos e Avanços que tanto necessitamos mas é dado. Tudo vem do exemplo e da ação, quanto mais pessoas reivindicando direitos mais teremos soluções.

O Grito -  Na semana passada estudantes da Unesp reinvidicaram passe livre no transporte coletivo e foi chamado para discutir as ações em um grupo fechado, você participaria desse grupo? 
Deivide Lmm -  Nosso movimento é mais abrangente não queremos apenas estudantes na passeata queremos Mães Pais Tios...queremos botucatuenses lutando pelo seu direito e acho muito valido que alguns representante do nosso movimento possam participar do que esta sendo feito isso abriria um leque maior para a população opinar.

O Grito - Acredita em mudanças?
Deivide Lmm -  Mudanças são constantes sempre vão ocorrer nunca podemos parar, vamos nos aperfeiçoando conforme o tempo.

O Grito - Recentemente houveram manifestações pela saúde. Esse pessoal estará presente?
Deivide Lmm - Espero muito a presença deles assim como da população em geral queremos ver crianças com suas famílias, professores, mães, pais, avós esse movimento é pacifico e precisa da ajuda de todos. Além de eu temos o William Barros, também responsável pela criação do grupo no Facebook.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...